FECOMERCIO POUP_UP
4 rodas
Esporte

Valor de mercado de Neymar cai cerca de R$ 277 milhões, diz estudo

Seguidas lesões e problemas na vida pessoal desvalorizam brasileiro, que jogou apenas 51,8% das partidas do PSG desde que chegou ao clube em 2017

10/06/2019 10h51
Por: Redação
526

As seguidas lesões no PSG e os escândalos na vida pessoal desvalorizaram Neymar no mercado de transferências. Pelo menos é o que indica um estudo do CIES (Centro Internacional do Estudo do Esporte) divulgado nesta segunda-feira e repercutido pelos principais jornais europeus.

De acordo com a publicação, Neymar estava avaliado em cerca de 213 milhões de euros (R$ 937 milhões) em janeiro, antes da primeira lesão no pé direito sofrida neste ano. Agora, seu valor chega, ao máximo, a 150 milhões de euros (R$ 660 milhões). Ou seja: uma desvalorização de cerca de R$ 277 milhões.

Portal especializado em negociações, o Transfermarkt mantém Neymar avaliado em 180 milhões de euros - mesmos números do começo do ano. No entanto, a não participação na Copa América e a possibilidade de ficar fora da lista dos indicados a Bola de Ouro podem depreciar esse valor.

Segundo o jornal “L’Equipe”, Neymar, transferência mais cara da história ao ser vendido pelo Barcelona por 222 milhões de euros, jogou apenas 51,8% das partidas do PSG desde que chegou ao clube em 2017. A efeito de comparação, no mesmo período, Lionel Messi disputou 87% das partidas do Barça, enquanto Cristiano Ronaldo atuou em 77% dos compromissos por Real e Juventus.

Uma evidência de que os problemas físicos, aliados às questões problemáticas fora das quatro linhas, tem complicado a carreira do ex-santista nos últimos tempos.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Gurupi - TO
Atualizado às 09h40
29°
Poucas nuvens Máxima: 40° - Mínima: 20°
29°

Sensação

0 km/h

Vento

49%

Umidade

Fonte: Climatempo
dog center 2
dog center
CLINICA
fecomercio
Últimas notícias
FÉCOMERCIO 2
Mais lidas
FECOMERCIO 01
Anúncio