po

Geo ressalta a importância e convida outros parlamentares a contribuírem com a pesquisa, ciência e tecnologia

Parabenizando a UFT pela colocação entre as melhores do Brasil, clamando por apoio financeiro ao IFTO e às outras instituições, ressaltou a importância da pesquisa para o Tocantins.

28/09/2019 13h19
Por: Redação
Fonte: Política
176

Por Gabriela Melo

O deputado Professor Júnior Geo (PROS) apresentou requerimentos, na última semana, ressaltando a importância do apoio à pesquisa, ciência e tecnologia e citando as instituições de ensino superior do Estado. Na Assembleia Legislativa, o parlamentar afirmou a necessidade de utilizar a ciência e a tecnologia na solução de problemas econômicos para um bom crescimento do Tocantins.

IFTO

Tendo em vista a redução no orçamento federal de 40,9% para o custeio da manutenção do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), convidou todos os parlamentares a olharem com atenção para as instituições públicas de ensino superior do Tocantins, Universidade Federal do Tocantins (UFT), IFTO e Universidade do Tocantins (Unitins).

“Instituições preocupadas em desenvolver profissionais para o mercado de trabalho, contribuindo com a economia local e com pesquisas para benefício da sociedade como um todo. Essas instituições precisam ser valorizadas”, ressaltou.

Geo destinou este ano R$ 700 mil em emendas parlamentares ao IFTO e destacou a história do Instituto no ensino profissionalizante no Brasil e no Tocantins, formando profissionais que atendem às metas de desenvolvimento do país e demandas da sociedade. Segundo o parlamentar, por essa razão, a integração entre ensino, pesquisa e extensão voltados para os Arranjos Produtivos locais tem destaque, proporcionando desenvolvimento educacional, científico e tecnológico ao Estado.

 

Emendas IFTO

IFTO Taguatinga

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 50.000,00

IFTO Colinas

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 50.000,00

IFTO Paraíso

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 50.000,00

 

IFTO Porto Nacional

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 80.000,00

IFTO Porto Nacional

Aquisição de passagens para alunos

R$ 20.000,00

 

IFTO Palmas

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 300.000,00

 

IFTO Araguaína

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 50.000,00

 

IFTO Gurupi

Aquisição de Computadores e Insumos

R$ 50.000,00

IFTO Palmas

Aquisição de macas e Insumos Hosp.

 R$ 50.000,00

 

                              Total de emendas para o IFTO

R$ 700.000,00

 

 

UFT

A UFT tem sido destaque na imprensa. A instituição está entre as 20 melhores universidades do país no quesito Governança. É o que revelam índices do Levantamento de Governança e Gestão Públicas do Tribunal de Contas da União (TCU). Divulgado anualmente, o índice comparativo da UFT dos anos de 2017 e 2018 revela um crescimento de até 30 pontos percentuais em algumas avaliações. Em 2017 a UFT figurava entre as 60 melhores.

“A dedicação à educação atrelada ao bom uso dos recursos públicos é algo que não pode passar desapercebido, inclusive deve ser visto como exemplo por outros órgãos e entidades do Estado do Tocantins”, reconheceu o parlamentar.

O Levantamento de Governança e Gestão Pública do TCU teve, em 2018, 498 instituições respondentes, entre autarquias, bancos, casas legislativas, empresas estatais, instituições militares, tribunais, unidades de saúde, órgãos executivos e instituições de ensino - como a UFT - entre outras.

Fundação do Estado de apoio à pesquisa

O deputado solicitou também informações sobre o funcionamento e os projetos em execução da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins (FAPT).  Especificamente buscou respostas aos seguintes questionamentos:

I – Quais são as pesquisas cientificas e tecnológicas, mediante apoio técnico e financeiro aos projetos de difusão tecnológica, extensão, inovação e investigação desenvolvidas por instituições públicas ou privadas no Estado do Tocantins?

II – Qual o valor gasto na formação e capacitação de pessoal técnico especializado em ações e atividades de pesquisa, ciência e tecnologia?

III – Como funciona o custeamento e o financiamento para custear as despesas com registros de propriedade intelectual e patentes, decorrida de algum modo, sob seu amparo?

IV – Qual a forma de divulgação e aplicação dos projetos que tiveram êxitos no convívio social?

V – Qual campo de pesquisa vem tendo prioridade de fomento? Qual justificativa para tal prioridade?

VI – Quais são os resultados das pesquisas subsidiados pela FAPT nos últimos anos?

VII – Quais são os órgãos e instituições públicas e privadas, nacionais, internacionais e estrangeiras, atuantes nas áreas de pesquisa, ciência e tecnologia dentro do Estado do Tocantins?

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.