Anúncio
Geral

Com lema amor e cuidado IBE em Células inaugura novo templo em Gurupi

27/12/2019 13h39
Por: Redação
177

28 de Dezembro de 2013, essa data   foi o inicio de um grande projeto de Deus em Gurupi  por meio da Igreja Batista Ebenézer (IBE em Células).  À frente desse trabalho  os pastores  José de Melo Neto  e Jane  Gladys de Souza Melo, da cidade de João Pessoa na Paraíba.  Com 40 anos de idade e mais de 15 no pastoreio os líderes acreditaram em uma visão, quebraram tabus e a  religiosidade. Atualmente o prédio da IBE  vai funcionar em novo endereço porque obedeceram  um direcionamento de Deus. 

 

Desde  o início os  líderes têm trabalhado a mensagem do amor e cuidado, ganhando  almas e renovando a visão das pessoas. Foi em abril de 2018,   que segundo  os pastores, à visão foi confirmada de forma mais clara, na Primeira Igreja Batista de Marília -SP.  

 

"A primeira  Igreja Batista de Marília- SP, trabalha com essa mesma visão que pregamos em Gurupi.  Quando fui até lá  Deus falou muito forte comigo sobre o caminho que deveríamos seguir. Combinava muito com o ritmo que já tínhamos de amor e cuidado e a visão de ganhar vidas para Jesus, pois  é para  isso que estamos aqui na terra", explicou o pastor  José Neto.

 

Em pouco tempo, a igreja que tinha uma média de 35 pessoas, aumentou para 550  entre adultos e crianças. Por causa disso tiveram que fazer uma reforma no prédio para ampliar o espaço. Nos cultos de domingo,  devido o grande número de freqüentadores os líderes optaram por fazer dois encontros.  

 

 

 

 

Novo Prédio 

 

Com uma visão de crescimento saudável e ganhar  milhares de vidas para Jesus, os pastores foram ainda mais ousados e decidiram que iriam mudar de local.  O novo templo  que tem capacidade para receber até duas mil pessoas, fica  na rua 09 com avenida Rio de Janeiro, no Centro de Gurupi. O lugar é onde funcionava a antiga empresa da Coca - Cola. O culto de inauguração será no próximo domingo (29). Às 18h30min.

 

"Ainda cremos que o novo  local será provisório  e que ainda iremos ter um lugar próprio com capacidade bem maior. Isso porque nós cremos que vamos ganhar Gurupi para  Jesus e isso é só o começo. Convidamos todos os gurupienses  para estarem conosco nesse grande culto de celebração ao nosso Deus. Grandes coisas fez o  Senhor por nós e ainda fará muito mais", destacaram os pastores, José Neto e Jane Melo. 

 

Igreja Preta? Entendam

 

Quebrando  um conceito errôneo de que uma igreja precisa seguir um padrão de modelo em sua estrutura, a IBE em Células inovou e mostrou que Igreja não está em cores ou estrutura, mas é a vida com Deus. 

 

A cor forte tem chamado atenção de quem  freqüenta os cultos. Os líderes explicaram essa escolha:    

 

"As paredes são pretas porque gostamos da cor preta assim como existem paredes brancas, azuis, rozas e amarelas. Nós escolhemos o preto também  pela elegância que ele traz nas  fotos e vídeos que produzimos". 

 

 "Não vemos o problema em ter as nossas paredes pretas pois nosso Deus criou todas  as cores. Afirmar que o preto não é de Deus ou que é usado apenas em boates ou casas de shows me soa um pouco preconceituoso. Para nós o mais importante de tudo é que temos conosco a presença poderosa do Senhor em nosso templo e o que nos respalda são as vidas que têm entrado lá todas as semanas e saído com suas vidas transformadas e libertas",  explicou o pastor.

 

Igreja com visão de Discipulado 

A IBE também trabalha com a visão de discipulado um a um,  ou seja, são vidas cuidando de vidas. "Cumprimento de uma ordenança de Jesus não apenas ganhar vidas, mas através do discipulado fazer com que essas vidas permaneçam. (Mateus 28:19) 

Células 

 

A igreja tem atualmente 23 células  de todas as idades  espalhadas em vários bairros de Gurupi e que  se reúnem todas as quartas-feiras. 

 

Por: Clifton Morais / Assessoria de Imprensa IBE

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.