BOA INICIATIVA

Programa de Saúde Bucal na Escola leva prevenção para alunos de Tocantínia

Benefício se estende por todas as escolas da Rede Municipal de Educação

27/02/2020 20h57
Por: Redação
270
A odontóloga Maria Luísa Cardoso Moura coordena o projeto em Tocantínia
A odontóloga Maria Luísa Cardoso Moura coordena o projeto em Tocantínia

A prevenção é a melhor forma de promover qualidade de vida, uma vez que a saúde bucal interfere diretamente em todo o bem estar do indivíduo. Sendo assim, torna-se fundamental orientar para que todo cidadão possa estar informado contra possíveis problemas indesejados.

Hoje, apesar dos programas de prevenção e acesso aos atendimentos odontológicos, o índice de cárie ainda é o principal responsável pelos problemas bucais. A falta de uma higiene bucal adequada e o consumo excessivo de açúcares são os fatores causadores desses problemas.

Mudar essa realidade é um dos grandes objetivos do Programa de Saúde Bucal na Escola, coordenado pela odontóloga Maria Luísa Cardoso Moura e que foi implantado pela Prefeitura Municipal de Tocantínia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Educação.

Educação preventiva

O secretário de Educação de Tocantínia, André Goveia, explica que o objetivo maior desse projeto que é realizado em todas as escolas da Rede Municipal de Educação, é promover ações de educação preventiva e curativa, além de conscientizar os alunos da importância de manter uma saúde bucal adequada. Goveia frisa, ainda que tais ações buscam uma melhoria na qualidade de vida das crianças e adolescentes”, frisa a odontóloga.

Plano de ação
De acordo com a odontóloga Maria Luísa Cardoso Moura, na prática o Programa de Saúde Bucal realiza palestras educativas sobre a formação dos dentes, desenvolvimento de cáries e doenças gengivais, formas de prevenção, técnicas de escovação adequadas, o uso de fio dental e a importância das consultas odontológicas frequentes. Também são feitos exames clínicos nos alunos, com o objetivo de identificar lesões de cáries e dentes que já apresentam comprometimento de sua estrutura.

Relevância
Já a secretária de Saúde do município, Maria Zenite Cardoso de Moura, ressalta que a escola tem um papel relevante no que se refere aos cuidados com a saúde bucal infantil. “A introdução sobre como proceder em relação ao assunto nos primeiros anos de vida escolar é justificada pelo fato de as crianças estarem em período de descobertas e em fase de aprendizagem”, explica ela. Além de outros conhecimentos do grande universo que aprendemos nessa época, como as matérias tradicionais, os pequenos também devem receber as informações e práticas sobre a higiene bucal correta.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.