FECOMERCIO POUP_UP
4 rodas
MÚSICA

Juraíldes, uma joia do cerrado, estará em Gurupi no dia 30 de maio

Artista faz parte do Projeto AmazoniCanToria

20/05/2019 10h17
Por: Redação
622
Juraíldes da Cruz
Juraíldes da Cruz

O cantor e compositor Juraíldes da Cruz nasceu em Aurora do Norte, hoje Aurora do Tocantins. Cresceu ouvindo cantigas de roda, folias de reis, Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro. Iniciou sua carreira artística em 1976, quando participou do GREMI, Festival de Arte de Inhumas (Goiás), sendo classificado em primeiro lugar. Participou de mais de cem festivais de música, com destaque para o Festival Tupi-79, onde se apresentou com Genésio Tocantins, ao lado de artistas como Caetano Veloso, Elba Ramalho, Zé Ramalho e Jackson do Pandeiro.

Juraíldes gravou seu primeiro disco, Cheiro da Terra, em 1990, contando com a participação de grandes nomes como Chiquinho do Acordeon, Sebastião Tapajós, Paulo Moura, Jaques Morelenbaum, Fernando Carvalho, Nilson Chaves, Mingo e Xangai.

Suas composições já foram gravadas por Pena Branca e Xavantinho, Xangai, Rolando Boldrin e Margareth Menezes, entre outros. Em 1994, Pena Branca e Xavantinho gravaram a composição de Juraíldes “Memória De Carreiro”, que abre o CD Uma Dupla Brasileira. Participou, ainda, do CD gravado ao vivo Canto Cerrado, no qual interpretou “Nóis é Jeca mais é joia”. Cantou também com Xangai o forró “Fuzuê Na Taboca” no CD Eugênio Avelino – Lua Cheia, Lua Nova.

Em 2000, foi classificado no concurso do projeto “Rumos Musicais”, do Banco Itaú para fazer o mapeamento cultural do país, representando o Centro-Oeste e especialmente o Tocantins. Em 2002 a composição "Luz dourada" foi gravada por Xangai no CD "Brasileirança". Em 2004, apresentou-se com Xangai, no Centro Cultural Banco do Brasil, (RJ), dando o que a crítica denominou de uma verdadeira aula em treze faixas sobre a variada música sertaneja.

Participou do Acordes Brasileiros – primeiro encontro Nacional de músicas regionais do Brasil em Porto AlegreRio Grande do Sul.

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo publicou um artigo na revista Língua Portuguesa, fazendo um reconhecimento do seu trabalho na revista n° 39, no mês de janeiro de 2009.

Participou da trilha sonora da novela da Rede GloboA Favorita, com a música "Memória de Carreiro", na versão instrumental. Participando pela terceira vez do Projeto Pixinguinha, em 2008, recebeu o prêmio para a gravação do CD Roda Gigante bem como realização de shows de lançamento em Goiás.

A partir de junho de 2010, abriu uma turnê, em Recife, juntamente com Xangai, que circulou pelo nordeste, onde foi mostrado o trabalho do CD que gravaram juntos, pela Kuarup, indicado ao Prêmio Tim em 2005. Em 2010, foi indicado ao 21º Prêmio da Música Brasileira, sendo contemplado como o melhor cantor na categoria "voto popular", juntamente com Daniela Mercury.

No AmazoniCanToria

No dia 22 de maio Juraíldes da Cruz vai subir ao palco do teatro Fernanda Montenegro, em Palmas, para a primeira apresentação do projeto AmazoniCanToria. Na semana seguinte, dia 30, ele estará em Gurupi, com apresentação marcada para a Praça D’Abadia, a partir das 21 horas.

O projeto é uma produção em conjunto com Braguinha Barroso, Lucimar, Dorivã e Genésio Tocantins. Juntos eles irão cantar seus maiores clássicos, no show que a prefeitura de Gurupi está trazendo. “É uma grande oportunidade para apreciarmos o melhor de nossos cancioneiros”, diz a secretária de Cultura, Zenaide Dias da Costa. O show é aberto e acontece no mesmo local onde será realizado o primeiro Concurso UnirG de Poesia Falada, que será às 19h30 do mesmo dia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Gurupi - TO
Atualizado às 12h17
35°
Poucas nuvens Máxima: 36° - Mínima: 19°
34°

Sensação

12.3 km/h

Vento

26.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
dog center 2
dog center
fecomercio
CLINICA
Últimas notícias
FÉCOMERCIO 2
Mais lidas
FECOMERCIO 01
Anúncio