FECOMERCIO POUP_UP
4 rodas
MÚSICA TOCANTINENSE

AmazoniCanToria: sucesso no Teatro Fernanda Montenegro fortalece trabalho de Tocantinenses

Show será atração na Praça D'Abadia no dia 30 de maio, em Gurupi

23/05/2019 15h46Atualizado há 4 semanas
Por: Redação
256
Espetáculo lotou o Teatro em Palmas / Foto: Junior Suzuki
Espetáculo lotou o Teatro em Palmas / Foto: Junior Suzuki

Por Paulo Albuquerque

 

Nesses quase trinta anos morando em Tocantins sempre estive bem próximo dos que trabalham pela valorização da cultura regional e, por conta de meu gosto e afinidade, desenvolvi um relacionamento de parceria e cooperação com os músicos. Organizei alguns festivais, participei de outros, cantei em shows, enfim, me enturmei.

Atento, identifiquei algumas das principais fontes de inspiração e de pesquisa dos narradores populares a partir das abordagens comuns que fazem na defesa das ‘coisas e jeitos tocantinenses’, expressos em letras, melodias e arranjos.

Este meu envolvimento pôs à vista alguns dilemas que sempre me causaram desassossego, tanto que nos últimos três ou quatro anos, finalmente, finalizei um projeto de pesquisa que se transformou numa atividade acadêmica e que me rendeu o título de mestre em Comunicação e Sociedade, pela Universidade Federal de Tocantins.

A construção da identidade e a formação da nação tocantinense são as bases deste trabalho que considero importantes. Convém lembrar que a soberania política do Tocantins e a imediata definição do espaço geográfico não são suficientes para assentar a ideia de nação. É preciso incluir aí as pessoas com suas histórias individuais e coletivas. Trata-se de reconhecer o poder central do homem como objeto legítimo.

Os ‘quintais’ foram (e têm ido) para os ares sob o forte bombardeio da comunicação global. Alguns teóricos do auge da era moderna chegaram a prenunciar que o fenômeno da globalização acabaria de vez com as fronteiras nacionais; que a expansão dos ideais capitalistas e a consequente proliferação das culturas dos países centrais abririam portas e igualariam sociedades, pondo fim, ou ao menos redefinindo o conceito de nação.

Eu não sei bem por que, mas sempre entendi esse anúncio com reservas. Nunca aceitei a morte do que é próprio das regiões. Sei que vez por outra a situação fica feia, mas alimento a esperança do renascimento sempre. Creio na força das paróquias.

E olha que interessante. Em minha pesquisa pela UFT escolhi fazer uma análise de narrativas de seis compositores tocantinenses. E dentre eles, cinco aparecem (apenas Éverton dos Andes está de fora) no palco para um projeto que a mim parece ser o oásis em meio ao deserto a que foram relegados os nossos maiores narradores populares.

Genésio Tocantins, Juraíldes da Cruz, Braguinha Barroso, Dorivã e Lucimar estavam juntos, e me refiro ao show de lançamento do projeto AmazoniCanToria, que aconteceu nesta quinta-feira (22), no Teatro Fernanda Montenegro em Palmas.

Para mim é motivo de satisfação, é emocionante mesmo, vê-los assim, porque sei da força individual da obra de cada um, mas não consigo mensurar no que isto pode dar a partir da decisão que tomaram de tocar em conjunto.

Juraíldes da Cruz, que passa por um período difícil, em tratamento das cordas vocais, me disse logo após o show em Palmas que isso pode sinalizar um novo caminho. “Reunimos todas as nossas experiências pessoais de anos de trabalho em favor de um projeto. E é muito bom o reconhecimento do público. Foi muito além do que eu podia imaginar”.

O AmazoniCanToria é um show leve, pois os artistas escolheram para o repertório as músicas mais clássicas, as mais conhecidas, para que o público possa cantar junto. “Temos canções fortes, e eu percebi isso com muita clareza nesse show. Há poesia e melodia que representam toda a nossa riqueza regional”, confirma Lucimar.

O show está vindo para Gurupi, contratado pela Prefeitura, que vai exibir o espetáculo na Praça D’Abadia na noite de quinta-feira (30). “Precisamos promover estes valores, que são os nossos valores. Gurupi sempre esteve à frente dos movimentos culturais valorizando a prata da casa, e por isso vamos fazer uma linda festa para receber estes grandes artistas”, disse o prefeito Laurez Moreira.

  • AmazoniCanToria: sucesso no Teatro Fernanda Montenegro fortalece trabalho de Tocantinenses
  • AmazoniCanToria: sucesso no Teatro Fernanda Montenegro fortalece trabalho de Tocantinenses
  • AmazoniCanToria: sucesso no Teatro Fernanda Montenegro fortalece trabalho de Tocantinenses
  • AmazoniCanToria: sucesso no Teatro Fernanda Montenegro fortalece trabalho de Tocantinenses
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Gurupi - TO
Atualizado às 06h35
17°
Poucas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 19°
17°

Sensação

0 km/h

Vento

89%

Umidade

Fonte: Climatempo
CLINICA
fecomercio
Últimas notícias
FÉCOMERCIO 2
arraia 2019 - prefeitura
Mais lidas
FECOMERCIO 01
Anúncio